A natureza deu-nos certas plantas medicinais que podem ajudar no tratamento de enfermidades virais, como a zona. Se eu desenvolvesse zona, experimentaria qualquer um destes remédios.

  • Erva-cidreira (Melissa officinalis L.): os ervanários recomendam muitas ervas que fazem parte da família das hortelãs, especialmente a erva-cidreira, para o tratamento do herpes. Há uma boa razão para isto. Está comprovado que a erva-cidreira tem efeito sobre alguns vírus da família do herpes. O Dr. Varro Tyler, decano e professor emérito de Farmacognose ( os estudos farmacêuticos dos produtos naturais) na Universidade Purdue, em West Lafayette, Indiana, sugere o uso da erva-cidreira no tratamento das infeções virais. As chagas do herpes labial são causadas por um vírus parecido com o vírus que causa a zona; na realidade, os dois vírus pertencem ao mesmo género. Num estudo realizado em cento e dezasseis pessoas com chagas do herpes, um creme de erva-cidreira curou as chagas substancialmente melhor que um creme inativo (um placebo). Há um produto europeu anti-herpes que contém 700 mg de extrato de folhas de erva-cidreira por grama de unguento à base de creme. Demonstrou-se que este reduz em vários dias o tempo das chagas do herpes. De acordo com o Dr. Tyler, o leitor pode lograr os mesmos resultados com um chá feito com duas colherzinhas de folhas secas por chávena de água a ferver. Aplique o chá diretamente na borbulhagem com um pedaço de algodão várias vezes ao dia. Para a zona, sugeriria um chá misto de hortelãs feito com muita erva-cidreira mais outras hortelãs que tenha à mão, como o hissopo, o oregão, a hortelã-pimenta, o alecrim, a salva, a erva-férrea, a hortelã-vulgar ou o tomilho. Junte-lhe também um pouco de alcaçuz. Uma bebida como esta pode conter uns compostos antivirais e anti-herpéticos. Sugiro-lhe que beba o chá e o aplique diretamente na borbulhagem.
  • Pimentão-de-caiena (Capsicum, várias espécias): O ingrediente mais ativo do pimentão-de-caiena, a capsaicina, torna a coisa mais quente para a nevralgia pós-herpética. A capsaicina alivia ao bloquear os sinais de dor dos nervos subcutâneos. Estudos sobre um unguento contendo a capsaicina apresentou tão bons resultados, que há alguns anos, a Direção de Alimentação e Fármacos (FDA, segundo a sigla em inglês) aprovou cremes comerciais que contêm esta substância. O leitor pode misturar o pimentão-de-caiena em pó com um qualquer creme branco para a pele até a combinação ficar rosada. Então, aplique-a. Depois da utilização, não se esqueça de lavar bem as mãos, para que não entre nos olhos ou noutra área sensível. Antes de usar esta combinação, faça uma experiência com a mistura numa área da pele. Se lhe causar irritação, não a use.
  • Escutelária-de-baical (Scutellaria biacalensis): Reduzida a pó e misturada com água, a raiz desta planta era usada como tratamento caseiro na China para a zona. Tem ação antiviral conhecida. Parece-me que vale a pena experimentar.
  • Angélica-da-china (Angelica sinensis): Também conhecida por dang-quai, esta planta é conhecida na China como a melhor erva para os problemas menstruais e outros da saúde feminina. Além disto, os chineses têm usado com bons resultados as raízes em pó para o tratamento da zona. Pode usar-se em chá ou tintura. (Não obstante, se está grávida, não use esta erva).
  • Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra): O distinto naturopata Dr. Joseph Pizzorno, presidente da Universidade Bastyr, em Seattle, e co-autor da The Encyclopedia of Natural Medicine, informa que viu pessoas com zona cuja inflamação e dor desaparecem três dias depois de terem começado com a aplicação do unguento de alcaçuz nas áreas afetadas. O alcaçuz contém bastantes compostos antivirais e parece ser uma opção lógica. Se eu tivesse zona, tomaria um chá não muito forte de alcaçuz e aplicaria o chá forte diretamente na borbulhagem.
  • Flor-da-paixão (Passiflora incarnata): A flor-da-paixão ( também conhecida por maracujá e passiflora) é um sedativo ligeiro, o qual é muito conveniente se a dor da zona está a pô-lo doido. Também é conhecida como erva com propriedades ativas contra a nevralgia pós-herpética. Sugiro que acrescente um pouco desta planta a um chá de erva-cidreira e alcaçuz.
  • Bergamota (Citrus bergamotia) e outros óleos essenciais: Se o leitor gosta de aromaterapia, pode aplicar umas quantas gotas de óleos essenciais recomendados para tratar a zona. Estes incluem os de bergamota, de camomila, de eucalipto, de gerânio, de alfazema, de limão e óleo da árvore-do-chá. Já que alguns óleos fortes podem irritar a pele, dilua-os acrescentando-lhes umas quantas gotas ou duas colherzinhas de óleo vegetal e aplique-os diretamente na área afetada pela dor. (Nunca ingira óleos essenciais, porque mesmo uma quantidade muito pequena pode ser tóxica).
  • Pêra (Pyrus, várias espécies): O sumo de pêra é rico em antivirais do ácido cafeico. Se eu padecesse de zona, comeria e beberia pêra em grandes quantidades.
  • Beldroega (Portulaca oleracea): Esta planta tem uma reputação tradicional na China para o tratamento do herpes. É um vegetal de sabor delicioso quando se cozinha a vapor com o espinafre. Vale a pena experimentá-lo.
  • Feijão/Feijão-de-soja (Glycine max) e agrião (Nasturtium officinale): A investigação de Jean Carper, autor de Food: Your Best Medicine, sugere que tomar dois comprimidos de 500 mg do aminoácido lisina três a quatro vezes por dia para ajudar a aliviar os sintomas da zona. Se isto é verdade, sugiro simplesmente que coma mais agrião e feijão-de-soja. Na minha base de dados, estes são os alimentos com maior percentagem de lisina; contêm 2,7% do peso seco de lisina. Outros alimentos que contêm lisina, por ordem decrescente de percentagem, incluem os rebentos de feijão preto, a alfarroba, os rebentos de lentilhas, as lentilhas, o espinafre, os feijões velvet, as ervilhas, as sementes de abóbora, os espargos, o feijão-manteiga, o repolho chines, as favas, o feno-grego (alforvas) e a salsa.

(…)

FonteFarmácia Verde, de James A. Duke (adaptado)

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte  Aconselhamento Online ou Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva®

Pin It on Pinterest