sardas

Começaremos por avisar que não se podem esperar milagres, pois as manchas pigmentárias da pele são rebeldes a todos os tratamentos cosméticos. Elas não desaparecem facilmente e, no máximo, apenas é possível desvanecê-las parcialmente, na certeza porém de que, na primeira exposição ao sol, reaparecerão inexoravelmente. No entanto, poderemos tentar algumas receitas, quase todas muito antigas, pois atualmente as sardas passaram a estar na moda.

Sumo de limão: este sistema, muito conhecido e simples, tem por protagonista o limão. Basta diluir o seu sumo com um pouco de água ( na proporção de 40 g para 30) para obter um preparado anti sardas… milagroso! Impregne um algodão com o líquido assim obtido e aplique-o sobre as manchas. Estas compressas deverão ser aplicadas várias vezes ao longo do dia, e conservadas, pelo menos, cinco minutos de cada vez.

Dente de leão: ferva 30 g de dente de leão em 1 l de água e lave frequentemente o rosto com o líquido obtido, se quiser alcançar algum resultado, diziam os antigos.

Infusão de sabugueiro: faça uma infusão com a casca do sabugueiro para aplicar sobre a forma de lavagens. Para isso ponha em infusão, durante 20 minutos, 40 g de casca em meio litro de água. Filtre o líquido obtido mas não dilua.

Genciana: para descolorir as sardas, eis mais um método, baseado em lavagens, repetidas ao longo do dia, com uma infusão de 30 g de genciana em meio litro de água durante meia hora e depois filtrada. A parte da planta utilizada é a raiz, que deve ser finamente pulverizada. O líquido obtido não deve ser diluído.

Laranja e cebola contra as sardas: faça aplicações alternadas de rodelas de laranja e rodelas de cebola. Segundo os nossos antepassados, a ação combinada das duas garantia o desaparecimento das manchas. Nós não prometemos tanto, apenas a sua descoloração.

Decocção de tília: 50 g de flores secas para ferver em 1 l de água, em lume brando, durante 20 minutos. Aplicar diariamente sob a forma de loção.

 

Retirado do livroAs plantas nossas amigas – A beleza pelas plantas

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online ou  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Pin It on Pinterest