insónia

Insónia é um termo genérico que compreende cada uma e todas as dificuldades relacionadas com o sono, incluindo a incapacidade de conciliar o sono ou de permanecer a dormir.

 Erva-cidreira (Melissa officinalis)

A erva-cidreira está aprovada como sedativo e tranquilizante do estômago pela Comissão E. Alemã, o grupo de cientistas que assessora o Governo alemão acerca da segurança e eficácia das plantas medicinais. A acção sedativa atribui-se em grande medida a um grupo de substâncias químicas da planta que dão pelo nome de terpenos. Várias outras plantas – zimbro, gengibre, alfavaca e cravo-da-índia – têm maior quantidade destas substâncias químicas, mas nenhuma delas possui a combinação da erva-cidreira, e nenhuma delas tem a reputação de ser uma boa erva para tomar à hora de ir para a cama. Sugiro que experimente um chá preparado com duas a quatro colherzinhas de erva seca por chávena de água a ferver.

Valeriana (Valeriana officinalis)

Tomar um chá preparado com uma ou duas colherzinhas de raiz de valeriana pouco antes de ir para a cama fomenta a sonolência (a vontade de dormir), de acordo com a Comissão E. Alemã. De facto, a Comissão considera que o chá é tão seguro que também aprova que se tome várias vezes ao dia para aliviar a intranquilidade, a ansiedade e o nervosismo. A valeriana tem um cheiro e gosto bastante fétidos. Se não gosta das suas características físicas, o leitor pode sempre optar por uma tintura ou pelas cápsulas. Em Inglaterra, existem mais de oitenta produtos de venda livre para ajudar a conciliar o sono contendo valeriana. Porquê? (…) Ao contrário dos medicamentos receitados para dormir ou para a ansiedade, não se considera que a valeriana crie habituação ou produza “ressaca” (…).

Alguns naturopatas que respeito sugerem que se trate a insónia tomando um chá de raiz de valeriana cerca de trinta minutos antes de se ir para a cama. Outros sugerem que se tome 150 mg-300 mg de um extracto normalizado (0,8% de ácido valérico). Pessoalmente, não creio que seja importante. A valeriana oferece-me outra oportunidade para reiterar a minha crença segundo a qual os extractos integrais de plantas que se usam nos remédios naturais têm muitas vezes mais sentido que os derivados de plantas tipo «rebuçado mágico» que favorece a indústria farmacêutica. Durante anos, os cientistas acreditaram que apenas dois constituintes da valeriana, os valepotriatos e os ésteres de bornilo, produziam o efeito sedativo da planta. Mas um estudo italiano mais recente destaca que outras substâncias químicas desta planta, a valeranona e os ésteres kessil, também contribuem para a sua eficácia como indutora do sono. Os investigadores concluíram que o efeito sedativo da valeriana provém dos efeitos dos seus muitos elementos constituintes diferentes, que trabalham em harmonia uns com os outros.

Alfazema (Lavandula, várias espécies)

 Alegra-me ver que a alfazema foi aprovada para a insónia pela Comissão E. Alemã. Vi informações de hospitais britânicos que usam o óleo de alfazema para ajudar os pacientes a dormir durante a noite. Os hospitais administram o óleo num banho quente ou pulverizado nos lençóis. O óleo de alfazema também é um dos favoritos dos aromaterapeutas, que o usam para todo o tipo de doenças, incluindo a insónia. Alguns componentes do óleo de alfazema afectam as membranas celulares, interrompendo a interacção das células. Devido a que o óleo ajuda a amortecer os impulsos nervosos, pode reduzir a irritabilidade e produzir o sono. Tem também um efeito anestésico. Mas tenha cuidado: Nem todas as alfazemas são tranquilizantes. Algumas espécies, especialmente a alfazema-espanhola, podem ter uma acção estimulante similar à do alecrim. Quando comprar óleo de alfazema, saiba que talvez tenha de o provar para ver se, na realidade, é tranquilizante. Se o comprar a um aromaterapeuta, terá de dizer-lhe que procura especificamente um óleo que o ajude a dormir. Se comprar sem querer um óleo de alfazema que produz o efeito oposto, limite-se a guardá-lo para outro uso. Mas lembre-se de que os óleos essenciais são somente para uso externo.

Passiflora/Martírios (Passiflora incarnata)

 Esta planta é levemente sedativa, de acordo com a Comissão E. Alemã. Muitos ervanários respeitados em todo o mundo estão de acordo, entre eles Steven Foster, distinto ervanário e fotógrafo do Arkansas e co-autor do livro The Encyclopedia of Common Natural Ingredients. (…). A passiflora fresca ou seca é usada com êxito há séculos para tratar a tensão nervosa, a ansiedade e a insónia.

Camomila (Matricária recutita)

Durante séculos, utilizou-se o chá de camomila como bebida para a hora de dormir. Embora ainda não esteja cientificamente demonstrado o seu famoso efeito sedativo, a tradição estava certa. A apigenina demonstrou ser uma das substâncias sedativas eficazes da camomila. Se não tivesse à mão a valeriana e a alfazema, provavelmente experimentaria a camomila à hora de deitar. É um chá de sabor agradável que o leitor certamente apreciará.

Nêveda-dos- gatos/Erva-gateira (Nepeta cataria)

A planta que embriaga a maioria dos gatos também tem efeitos tranquilizantes, hipnóticos e sedativos em muitas pessoas. A nêveda-dos-gatos contém substâncias químicas (isómeros da nepetalactona) semelhantes aos compostos sedativos da valeriana. E, por ser membro da família das hortelãs, a erva-gateira sabe muito melhor que a valeriana. O leitor pode fazer a prova com uma chávena de chá aproximadamente quarenta e cinco minutos antes de se ir deitar.

Lúpulo (Humulus lupulus)

Durante mais de mil anos, desde que esta planta se tornou popular como ingrediente da cerveja, que o lúpulo se usa para tratar a ansiedade, a insónia e a intranquilidade. O ingrediente sedativo do lúpulo é, aparentemente, o metilbutenol, que tem um efeito sedativo sobre o sistema nervoso central. Diz-se que fumar lúpulo tem um efeito sedativo e, embora não recomendasse fumá-lo, é bom para preparar um chá que terá um sabor agradavelmente amargo.

“Rooibos” (Aspalathus linearis)

Embora não cresça normalmente nos Estados Unidos, esta leguminosa africana consegue-se em algumas lojas selectas  de plantas medicinais. Entre os ervanários, consumidores e, inclusive, médicos sul-africanos, o chá preparado com esta planta é o favorito para a hora de deitar. Os sul-africanos usam-na para melhorar o apetite, tranquilizar o tubo digestivo e reduzir a tensão nervosa. Consideram-na segura para a dar aos bebés.

Fórmulas com plantas medicinais

Ao procurar na minha base de dados plantas ricas em compostos sedativos, deparei com várias surpresas. Muitas plantas que são ricas em compostos químicos que provocam o sono têm pouca ou nenhuma reputação tradicional como auxiliares para conciliar o sono. Entre elas encontra-se o gengibre, com onze substâncias sedativas diferentes; também a alfavaca, o tomilho, a mandarina e o tomate, todos com nove; a canela, a hortelã-verde, o pimento-encamado, o poejo e a laranja, todos com oito; e a hortelã-pimenta, com sete. Não posso demonstrar que uma salada de tomate com alfavaca e tomilho ou uma taça de chá de hortelã-verde com gengibre e canela o fará dormir como uma pedra, mas se o leitor tem problemas para adormecer, comer estes alimentos e plantas medicinais mais frequentemente poderia ajudá-lo.

Além disso, o ervanário californiano Christopher Hobbs, botânico de quarta geração e autor de uma dezena de livros aos quais faço referência com frequência, sugere uma quantidade de combinações que podem tratar a falta de sono e seus parentes próximos: a ansiedade e a tensão. Para a insónia, Hobbs sugere um tratamento com passiflora, valeriana e papoila-da-califórnia. Para afastar a ansiedade que pode causar insónia, recomenda uma combinação de papoila-da-califórnia, espinheiro e lúpulo. E para ajudar a enfrentar situações de tensão que podem levar à insónia, Hobbs recomenda duas partes de camomila, duas partes de alfazema, duas partes de erva-cidreira e duas partes de tília com uma parte de casca de laranja.

Fonte: Farmácia Verde, de James A. Duke (adaptado)

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online ou  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close