Sistema circulatório

É composto de artérias, veias, capilares, coração e sangue. A função básica do sistema circulatório é distribuir o sangue por todo o organismo, levando oxigénio e nutrientes às células. Transporta também os produtos residuais do metabolismo celular, desde os locais onde foram produzidos até os órgãos encarregados de eliminá-los.

Essa função desempenhada pelo sistema circulatório está associada metafisicamente à circulação das ideias pelo interior do ser. Analogamente ao processo de condução de nutrientes para o organismo realizado pelo sangue, elaboramos as informações recebidas do mundo externo, refletindo acerca do que se passa ao redor. Também mobilizamos o potencial criativo, deixando verter nossas próprias ideias. Não adianta negar os episódios que se passam ao redor, por mais desagradáveis que eles sejam. Encarar a verdade e refletir a respeito das ocorrências proporcionará uma ampla compreensão, que nos facultará melhores condições de agir na situação, evitando que ela se agrave ainda mais ou que nos afete diretamente.

A resistência em admitir os fatos não nos poupará dos seus reflexos. A indiferença aos assuntos pertinentes a nossa vida é a pior maneira de reagir a situações. Esse gesto equipara-se ao do avestruz: essa grande ave, quando se vê ameaçada, põe a cabeça num buraco, deixando todo o seu corpo exposto ao perigo. Do mesmo modo, quando a pessoa tenta fugir àquilo que está a sua frente, permanece exposta aos riscos e nada faz de objetivo para solucionar a crise.

Fluir na situação não representa concordar ou compactuar com os episódios da vida, mas sim estar consciente daquilo que está acontecendo ao redor, contribuir com o que for possível na situação, sem extrapolar nossos limites. A atitude metafísica saudável para o sistema circulatório é viver de forma a interagir com as pessoas e as situações cotidianas. Não permanecer estagnado nem tampouco bloquear-se diante dos desafios que a vida impõe no caminho. Ampliar gradativamente os horizontes de atuação, manifestando o nosso potencial realizador. Quem se recusa a admitir o que está acontecendo na sua vida, ou com alguém do seu convívio, bloqueia-se. Esses bloqueios são os conteúdos metafísicos causadores dos distúrbios circulatórios.

A prática de desporto, em especial a caminhada, é recomendada para quem tem problemas circulatórios. Esse procedimento não se limita apenas a benefícios físicos, mas também influencia positivamente a condição interna, causadora das doenças que afetam esse sistema. Enquanto caminhamos, geralmente refletimos a respeito do que estamos vivendo. E uma condição que propicia a criatividade, dando-nos maiores condições para encontrar as soluções dos nossos problemas. Em suma, o sistema circulatório reflete a maneira como estamos fluindo pela vida. O bom fluxo do ser pelas diversas situações do cotidiano resulta em sucesso pessoal, consequentemente, em saúde física. Já os bloqueios e resistências promovem o fracasso e também podem se somatizar em forma de complicações circulatórias.

Fonte: Metafísica da Saúde vol. 2 Sistemas Circulatório, Urinário e Reprodutor (Adaptado)

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest