Há umas quantas plantas medicinais que podem ajudá-lo a fortalecer o sistema imunológico para que possa combater os resfriados.

Equinácea (Echinacea, várias espécies)

Eu uso a equinácea. Existem boas investigações, a maioria delas alemãs, que demonstram que a equinácea fortalece o sistema imunológico para combater os vírus do resfriado, assim como muitos outros germes. A equinácea aumenta os níveis orgânicos de uma substância química chamada properdina, a qual activa a parte do sistema imunológico responsável pelo aumento dos mecanismos de defesa contra vírus e bactérias. Os extractos de raiz de equinácea também possuem actividade antiviral contra as gripes, o herpes e outros vírus. Num estudo realizado com cento e oitenta pessoas com gripe, um cientista descobriu que 900 mg de extracto de equinácea reduziram consideravelmente os sintomas. Todavia, a equinácea tem uma qualidade estranha: pouco depois de se ingerir um chá ou uma tintura, sente-se uma sensação de formigueiro ou adormecimento da língua. Mas não se preocupe porque esta reacção é completamente inofensiva. Mas por muito eficaz que a equinácea seja, não é uma cura milagrosa. Embora o leitor tome esta planta regularmente, mesmo assim é possível que apanhe resfriados. Inclusive, alguns ervanários advertem que não se deve tomar equinácea todos os dias para fortalecer o sistema imunológico, antes se deve tomar apenas quando se sente que se vai apanhar um resfriado ou quando pessoas próximas o apanharam. E, contudo, tenho dúvidas relativamente a este ponto.

Alho (Allium sativum)

Coma muito alho e assim a maioria das pessoas, incluindo as que têm resfriado, manter-se-ão afastadas de si. Estou a brincar, isto seria um exagero. Mas existem razões realmente excelentes para usar esta planta para evitar os resfriados e as gripes. O alho contém vários compostos benéficos, incluindo alicina, um dos antibióticos mais potentes e de mais amplo espectro no mundo das plantas. Como sabe todo aquele que teve hálito a alho, os compostos aromáticos desta planta libertam-se através dos pulmões e das vias respiratórias, pelo que põem os ingredientes activos do alho precisamente onde podem ser mais eficazes contra o vírus do resfriado.

Gengibre (Zingiber officinale)

Deitar um par de colherzinhas de raiz de gengibre fresca triturada numa chávena de água a ferver para fazer um bom chá seria muito apropriado para tratar um resfriado. Isto deve-se a que esta planta contém quase uma dúzia de compostos antivirais. Os cientistas isolaram várias substâncias químicas (chamadas sesquiterpenas) presentes no gengibre que têm efeitos específicos contra a família mais comum dos vírus do resfriado: os rhinovirus. Algumas destas substâncias químicas são incrivelmente potentes contra os rhinovirus. Para além destes, outros constituintes do gengibre, os gingeróis e os xogaóis, ajudam a aliviar os sintomas do resfriado porque reduzem a dor e a febre, suprimem a tosse e têm um efeito relaxante que promove o descanso. O gengibre tem algo mais a seu favor: o seu rico sabor. Eu diria que há um montão de boas razões para fazer do gengibre uma arma regular do seu arsenal para combater o resfriado.

.

Cerejeira-brava (Prunus serotina)

Durante o Verão junto cerejas maceradas à limonada. Para os resfriados usam-se chás básicos, mas eu prefiro as frutas porque contêm vitamina C e benzaldeído, e além do mais são saborosas e melhoram realmente a minha limonada cor-de-rosa.

Flores da cerejeira-brava

Citrinos e outros alimentos com vitamina C

Tal como o já desaparecido Dr. Linus Pauling, muitos ervanários e médicos sugerem que se tome 500 mg de vitamina C quatro vezes ao dia para aliviar os sintomas. Vários estudos realizados pelo Dr. Elliot Dick, epidemiólogo do Laboratório de Investigações sobre Vírus das Vias Respiratórias da Universidade do Wisconsin em Madison, demonstraram que a vitamina C resulta. (Algumas pessoas apresentam diarreia depois de estarem a tomar qualquer coisa como 1200 mg de vitamina C por dia, mas isto raramente sucede. Se o leitor quiser experimentar esta terapia, reduza a quantidade de vitamina C se lhe aparecer diarreia.)

Eu tomo vitamina C para os resfriados, mas não em pastilhas. Prefiro obtê-la através do camucamu (Myrciaria dubia), a fruta amazónica que tem o maior teor de vitamina C do mundo. Todavia, o mais certo é o leitor não ter acesso a este fruto, mas há outras boas fontes desta vitamina, incluindo a acerola, os pimentos verdes, o melão-cantalupo, os citrinos e o ananás.

Baga de sabugueiro (Sambucus nigra)

Esta baga contém dois compostos activos contra o vírus da gripe. Também impede que o vírus invada as células das vias respiratórias. Um fármaco israelita patenteado que contém baga de sabugueiro é muito activo contra vários tipos de vírus. Uma epidemia de gripe que se abateu sobre o kibutz Aza em Israel propiciou a oportunidade para experimentar esse fármaco. Vinte por cento das pessoas que sofriam de gripe e que usaram este remédio apresentaram um alívio considerável da febre, das dores musculares e de outros sintomas no espaço de vinte e quatro horas, e setenta e três por cento sentiram-se melhor ao segundo dia. Cerca de noventa por cento informaram estar curados ao terceiro dia. Dentro de um grupo similar que recebeu tratamento inactivo (placebo), apenas vinte e seis por cento melhorou em dois dias e a maioria teve de tomá-lo durante seis dias para voltar a sentir-se bem.

(…)

O leitor também pode preparar um chá com a baga de sabugueiro.

madressilva (Lonicera japonica)

Forsítia ( Forsyyhia suspensa) e madressilva ( Lonicera japonica)

Estas plantas são a alternativa tradicional chinesa para o tratamento dos resfriados, gripes e outros vírus. Revendo as investigações, convenço-me de que têm verdadeiros efeitos benéficos antivirais. Quando sinto que estou com um resfriado ou com uma gripe, misturo madressilva e forsítia com um chá de erva-cidreira, que também tem acção antiviral. Descubro que um chá quente preparado com uma combinação destas três plantas é especialmente agradável antes de me deitar.

Cebola (Allium cepa)

A cebola é parente próxima do alho e contém muitas substâncias químicas antivirais semelhantes. Um antigo remédio tradicional contra o resfriado era demolhar lascas de cebola crua num pouco de mel durante uma noite inteira e depois tomar a mistura a intervalos como se fosse um xarope para a tosse. Certamente que o leitor também podia usar simplesmente a cebola às refeições quando tivesse um resfriado.

madressilva (Lonicera japonica)

Anis (Pimpinella anisum)

A Comissão E. Alemã, o grupo de peritos que assessora o Governo alemão relativamente ao uso das plantas medicinais, reconhece o anis como expectorante para eliminar os escarros. Em grandes doses também tem alguns efeitos antivirais. O leitor pode preparar um chá pondo em infusão uma ou duas colherzinhas de anis macerado em uma ou duas chávenas de água a ferver durante dez a quinze minutos. Depois coe-o. Sugiro-lhe como dose uma chávena de chá pela manhã e/ou à noite. Isto deve ajudá-lo a aliviar o peito e a combater o resfriado; além do mais, será agradável porque sabe bem.

Éfedra-da-china (Ephedra sinica)

Também conhecida por ma huang, a éfedra-da-china é um descongestionante poderoso que contém as substâncias químicas efedrina e pseudoefedrina, as quais dilatam os brônquios. A pseudoefedrina dá tão bom resultado que se usa em muitos descongestionantes que se vendem sem receita (…). Não obstante, juntamente com a acção descongestionante, a éfedra-da-china é também um forte estimulante que pode elevar a pressão arterial e provocar insónia e nervosismo. Inclusive, nos últimos anos, várias pessoas morreram por abusar desta planta em sobredoses num intento equívoco de se drogarem e a consequência disto foi a Direcção de Alimentação e Fármacos ter tomado medidas para retirar do mercado os suplementos de efedrina. Devido à acção estimulante da éfedra-da-china e às lamentáveis fatalidades ocorridas, esta planta é polémica e alguns ervanários desaconselham absolutamente o seu uso. Para mim, ainda assim, a éfedra-da-china é a melhor planta descongestionante. É segura quando se usa responsavelmente, mas, devido aos seus muitos efeitos secundários, não me atreveria a recomendá-la sem a seguinte advertência: antes de tomar éfedra-da-china, fale com o seu médico sobre a planta. E ainda para maior segurança, comece com um chá muito suave.

Hidraste (Hydrastis canadensis)

Para além de ser um anti-séptico e estimulante do sistema imunológico, diz-se que o hidraste aumenta o fornecimento de sangue ao baço, precisamente o órgão no qual se agrupam as células combatentes do sistema imunológico. O composto curativo principal do hidraste, a berberina, activa os glóbulos brancos especiais (chamados macrófagos) que são os responsáveis pela destruição das bactérias, dos fungos, dos vírus e das células tumorais. Várias substâncias químicas associadas a esta planta parecem ajudar a berberina nesta função.

Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra)

O alcaçuz contém compostos antivirais que fazem que o corpo liberte interferão, o constituinte antiviral do próprio organismo. O alcaçuz também tem um agradável sabor doce que atenua o amargo de várias plantas boas para o resfriado, como o hidraste e o salgueiro, pelo que é bom combiná-lo com elas.

Alteia (Althaea officinalis) e outras malvas

A alteia usa-se há milhares de anos como uma planta que alivia a tosse associada ao resfriado, a dor de garganta e outras afecções respiratórias. As raízes da alteia contêm um material esponjoso, chamado mucilagem, que alivia a inflamação das mucosas, talvez devido aos compostos anti-inflamatórios e anti-sépticos que se sabe que esta planta contém. A Comissão E. Alemã recomenda a alteia, a malva-da-índia (malva-real) e outras malvas para tratar a tosse e a dor de garganta.

Verbasco/Barbasco (Verbascum thapsus)

Um chá preparado com flores de verbasco proporciona-lhe mucilagem que lhe alivia a garganta e tem também efeito expectorante. Diz-se que esta planta contém compostos que inibem o vírus da gripe. A mim também me deu muito bom resultado um chá de folhas de verbasco.

Serpentária-dos-sénecas (Polygala senega)

A Comissão E. Alemã recomenda a serpentária-dos-sénecas como expectorante para reduzir os escarros nas vias respiratórias superiores. Para fazer um chá, use aproximadamente uma colherzinha por chávena de água a ferver. (Esta planta também é recomendada para o tratamento da bronquite e do enfisema.)

Ulmeiro-vermelho (Ulmus rubra)

Finalmente, a Direcção de Alimentação e Fármacos fez alguma coisa bem feita: declarou o ulmeiro-vermelho como seguro e eficaz para a garganta e para os problemas respiratórios. O ulmeiro-vermelho tem sido um apoio médico importante nos Estados Unidos há mais de cento e cinquenta anos e há muito tempo que aparece nas listas de guias terapêuticos oficiais do país. A raiz  contém grandes quantidades de mucilagem que actua como um calmante eficaz para a garganta e supressor da tosse.

Agrião/Agrião-das-fontes (Nasturtium officinale )

A Comissão E. Alemã sugere que se use duas a três colherzinhas de agrião seco para fazer um chá para tratar o líquido abundante que escorre do nariz e a tosse. Ou experimente com 30 g de agrião fresco, que é uma delícia em salada.

O gengibre e o agrião fazem uma combinação picante. Para os resfriados do Verão, período em que há agrião em abundância, sugeria-lhe que os combinasse.

Salgueiro (Salix, várias espécies)

A casca de salgueiro é uma fonte de aspirina; o composto salicilato, que se encontra no salgueiro, é um percursor químico da aspirina moderna que tem praticamente efeito idêntico. A Comissão E. Alemã reconhece a casca de salgueiro como um calmante para a dor e um anti-inflamatório que reduz a febre e ajuda a aliviar muitos dos sintomas do resfriado e da gripe, incluindo a dor de garganta, a febre e a dor de cabeça. Muitos ervanários recomendam a casca de salgueiro-branco (S. alba),mas não contém tanto salicilato – só 0,5% a 1% do peso seco. Outras espécies contêm muito mais aspirina, incluindo o salgueiro-violeta (S. daphnoides), vimeiro-francês (S. fragills) e o vimeiro-púrpura (S. purpurea). Se possível, use estes salgueiros mais ricos em salicilato, mas num aperto pode usar salgueiro-branco. É necessária apenas meia colherzinha da planta seca num chá para lhe proporcionar 100 mg de salicilato, o qual seria suficiente para aliviar o mal-estar associado aos resfriados. Não obstante, lembre-se de que se é alérgico à aspirina, provavelmente não deveria ingerir plantas semelhantes à aspirina. Lembre-se também que não deve administrar aspirina nem as alternativas à aspirina à base de plantas às crianças com resfriado, porque, quando as crianças tomam remédios como a aspirina para tratar infecções virais (especialmente resfriados, gripes ou varicela), existe a possibilidade de se desenvolver a síndroma de Reye, uma afecção potencialmente fatal que causa danos ao fígado e ao cérebro.

Canja com alho e cebola

Estou absolutamente de acordo com a tradição popular de que uma canja quente e bem condimentada é boa para tratar os resfriados e as gripes. Certifique-se apenas que tem bastante alho e cebola. E juntamente com os vegetais deite-lhe um pouco de gengibre e pimenta. Como diz o pai da medicina moderna, o médico grego dos tempos antigos, Hipócrates: “Que o teu alimento seja o teu remédio e o teu remédio o teu alimento.”

Fonte: Farmácia Verde, de James A. Duke (adaptado)

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest