Verónica ( Veronica officinalis L.) – Um substituto do chá e cosmético

Nos Países do Norte da Europa, a infusão de verónica usa-se como substituto do chá, pelo seu efeito tonificante natural, isento de efeitos indesejáveis.


Propriedades e Indicações:

Contém tanino e uma substância amarga (aucubosido), que a fazem adstringente, tonificante, aperitiva e digestiva; saponinas e sais minerais, de efeito expectorante, diurético e depurativo; e resina, manitol e ácidos orgânicos, a que possivelmente se deve a sua acção emoliente sobre a pele. Tem as seguintes indicações:

-Afecções digestivas: inapetência, peso no estômago. Dá bons resultados nas enxaquecas de origem digestiva, causadas por uma má digestão (1,2).

-Afecções respiratórias: faringite, catarros, tosse, bronquite e asma (previne as crises). É também antitússica e béquica (suavizante da garganta) (1,2).

-Diurética, depurativa, estimulante natural. Proporciona uma sensação de bem-estar (1,2).

-Pele: Usa-se para lavar os eczemas, para acalmar o prurido (comichão), para suavizar a pele ressequida pelo frio nas regiões frias, e como cosmético (3,4).


Preparação e emprego

Uso interno

1-lnfusão: 30-40 g da planta por litro de água. Tomam-se 3 ou 4 chávenas diariamente. Quando se usa como aperitivo deve ser ingerida antes das refeições.

2-Sumo da planta fresca: Ingerem-se 2 ou 3 colheradas antes de cada refeição.

 

Uso externo

3-Compressas: Preparam-se com uma decocção de 30-40 g por litro de água. Deve ferver durante 10 minutos. Aplicam-se directamente sobre a pele.

4-Loções com esta mesma decocção.


Outros nomes : verónica-das- boticas, verónica- das-farmácias, verónica-da-alemanha, verónica-oficinal, verónica-macho, carvalhinha, chá-da-europa, erva-dos-leprosos. Esp.: verónica, verónica macho, té de Europa,hierba de los leprosos, triaca. Fr.: véronique, thé d’Europe. lng.: (low) speedwell, veronica.

Habitat: Terrenos siliciosos, bosques e prados de toda a Europa, excepto na região mediterrânea. Cria-se nas regiões frias da América do Norte e do Sul.

Descrição: Planta vivaz de caule rasteiro, da família das Escrofulariáceas, que atinge até 40 cm de altura. Com folhas de bordo dentado, suavemente vilosas, e flores de cor azul-pálida, dispostas em espiga terminal. De cheiro suave e sabor amargo.

Partes utilizadas: a planta inteira.


Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Pin It on Pinterest