Luzerna (Medicago sativa L.) – Nutritiva e hemostática

Que sorte têm os cavalos, de lhes darem luzerna a comer!

Desde os tempos mais remotos, os animais domésticos têm desfrutado das vantagens desta nutritiva planta, enquanto que os seus donos racionais a desprezam, por a considerarem pouco refinada para aparecer nas suas mesas.

Graças à moderna química analítica, conhecem-se hoje as excelentes propriedades desta humilde planta. Felizmente, são já cada vez mais aqueles que tiram proveito dela.


Propriedades e Indicações:

Os brotos tenros (germinados) da luzerna são muito ricos em cálcio (525 mg por 100 g, o triplo do que existe no leite), fósforo, provitamina A em forma de betacaroteno, vitaminas C, B e K, enzimas, aminoácidos essenciais e outros nutrientes, além de fibra vegetal.

Por isso, a luzerna possui propriedades remineralizantes, tonificantes, de protecção contra as infecções e hemostáticas (1,2,3,4). É especialmente indicada em caso de:

-anemia por deficiências vitamínicas ou minerais;

-raquitismo e desnutrição;

-úlcera gastroduodenal;

-dispepsia e fermentações intestinais, pela sua riqueza em enzimas;

-prisão de ventre, pelo seu conteúdo em fibra vegetal;

-hemorragias nasais, gástricas e uterinas. (Recordemos que qualquer perda de sangue anormal deve ser objecto de consulta médica.)


Preparação e emprego

Uso interno

1-Como alimento: A luzerna, como muitas outras verduras e hortaliças, pode-se comer crua em salada (os brotos tenros) ou cozinhada. O seu conteúdo em vitamina C resiste muito bem à cozedura.

2- Sumo fresco: Um copo, tomado de manhã, constitui um excelente tónico.

3-Infusão: 30 g por litro de água. Tomam-se de 3 a 5 chávenas por dia.

4-Extracto seco: 0,5 a 1 g por dia.


Germinados

As sementes de luzerna podem fazer- se germinar em casa, e comem-se os pequenos rebentos acabados de brotar (brotos ou germinados). Os germinados são especialmente ricos em vitaminas e minerais.


Outros nomes: alfalfa, melga, melga-dos-prados. Brasil: alfalfa-de-flor-roxa. Esp.: alfalfa, cadillo de hierba, trebol de carretilla, mielga. Fr.: luzerne [cultivée]. Ing.: lucern, lucerne, alfalfa.

Habitat: Originária do Médio Oriente, cultiva-se hoje nas regiões temperadas de todo o mundo.

Descrição: Planta forrageira da família das Leguminosas, que atinge de 30 a 80 cm de altura. As suas flores são de cor azulada. O fruto é um pequeno legume enrolado em forma de caracol.

Partes utilizadas: toda a planta.


Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.1, de Jorge D. Pamplona Roger

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest