Luzerna (Medicago sativa L.) – Nutritiva e hemostática

Que sorte têm os cavalos, de lhes darem luzerna a comer!

Desde os tempos mais remotos, os animais domésticos têm desfrutado das vantagens desta nutritiva planta, enquanto que os seus donos racionais a desprezam, por a considerarem pouco refinada para aparecer nas suas mesas.

Graças à moderna química analítica, conhecem-se hoje as excelentes propriedades desta humilde planta. Felizmente, são já cada vez mais aqueles que tiram proveito dela.


Propriedades e Indicações:

Os brotos tenros (germinados) da luzerna são muito ricos em cálcio (525 mg por 100 g, o triplo do que existe no leite), fósforo, provitamina A em forma de betacaroteno, vitaminas C, B e K, enzimas, aminoácidos essenciais e outros nutrientes, além de fibra vegetal.

Por isso, a luzerna possui propriedades remineralizantes, tonificantes, de protecção contra as infecções e hemostáticas (1,2,3,4). É especialmente indicada em caso de:

-anemia por deficiências vitamínicas ou minerais;

-raquitismo e desnutrição;

-úlcera gastroduodenal;

-dispepsia e fermentações intestinais, pela sua riqueza em enzimas;

-prisão de ventre, pelo seu conteúdo em fibra vegetal;

-hemorragias nasais, gástricas e uterinas. (Recordemos que qualquer perda de sangue anormal deve ser objecto de consulta médica.)


Preparação e emprego

Uso interno

1-Como alimento: A luzerna, como muitas outras verduras e hortaliças, pode-se comer crua em salada (os brotos tenros) ou cozinhada. O seu conteúdo em vitamina C resiste muito bem à cozedura.

2- Sumo fresco: Um copo, tomado de manhã, constitui um excelente tónico.

3-Infusão: 30 g por litro de água. Tomam-se de 3 a 5 chávenas por dia.

4-Extracto seco: 0,5 a 1 g por dia.


Germinados

As sementes de luzerna podem fazer- se germinar em casa, e comem-se os pequenos rebentos acabados de brotar (brotos ou germinados). Os germinados são especialmente ricos em vitaminas e minerais.


Outros nomes: alfalfa, melga, melga-dos-prados. Brasil: alfalfa-de-flor-roxa. Esp.: alfalfa, cadillo de hierba, trebol de carretilla, mielga. Fr.: luzerne [cultivée]. Ing.: lucern, lucerne, alfalfa.

Habitat: Originária do Médio Oriente, cultiva-se hoje nas regiões temperadas de todo o mundo.

Descrição: Planta forrageira da família das Leguminosas, que atinge de 30 a 80 cm de altura. As suas flores são de cor azulada. O fruto é um pequeno legume enrolado em forma de caracol.

Partes utilizadas: toda a planta.


Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.1, de Jorge D. Pamplona Roger

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close