Bico-de-cegonha

Bico-de-cegonha (Erodium cicutarium (L.) L’Herit.) – Reduz a menstruação excessiva

Esta humilde planta é muito apreciada como forragem para o gado.

Propriedades e Indicações:

Contém matérias tânicas, fenol, flavonóides e sais de potássio.

Hemostática: Esta é a sua propriedade mais importante. Actua especialmente sobre o útero. Por isso é eficaz para estancar as hemorragias uterinas (metrorragias), e para reduzir o fluxo menstrual excessivo (1).

Ligeiramente diurética e anti-inflamatória: Usa-se nos casos de nefrite e como antiespasmódico nas cólicas urinárias (1).

Adstringente e vulnerária: Aplica-se externamente para ajudar a curar feridas, úlceras e chagas da pele (2).

Preparação e emprego

Uso interno

1-Sumo da planta fresca: Este pode-se obter usando uma liquidificadora ou esmagando num almofariz 30 a 60 g de planta. Toma-se duas ou três vezes por dia. O sumo tem de ser tomado acabado de extrair. Pode-se adoçar com açúcar escuro, melaço ou mel.

Uso externo

2-Compressas: Aplicam-se sobre a zona afectada cerca de 50 g de folhas esmagadas de cada vez.

Sinonímia científica: Geranium cicutarium L. Outros nomes: maria-fia. Esp.: alfiler, alfilerillo [hembra], aguja [de pastorl, [pico de] ciguefra. Fr,: épingle de pasteur. Ing.: storksbill, alfilaria, pin clover.

Habitat: Originária da região mediterrânea, mas amplamente distribuída por todo o continente americano. Prefere os solos secos e arenosos.

Descrição: Planta herbácea da família das Geraniáceas, de pequeno tamanho (30-40 cm) e folhas muito recortadas. As flores são cor-de-rosa ou púrpura. O fruto termina num longo bico (24 cm), parecido com um alfinete, de onde lhe vêm alguns dos seus nomes vulgares em várias outras línguas.

Partes utilizadas: o sumo da planta fresca e as folhas.

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest