Arenária (Spergularia rubra Dietrich) – Diurética e sedativa

É curioso que esta planta nasça em solos arenosos, e ao mesmo tempo sirva admiravelmente para tratar as “areias” que se formam nas vias urinárias dos seres humanos. Os partidários da teoria dos sinais encontravam nesta planta mais um argumento a favor da sua tese.

Propriedades e Indicações:

Toda a planta é rica em sais minerais, especialmente de potássio, assim como em flavonóides e cumarinas. Possui propriedades diuréticas e sedativas sobre o aparelho urinário. E indicada na litíase urinária e especialmente no caso de cólica renal, para acalmar a dor e favorecer a expulsão dos cálculos (1).

Também se revela útil no tratamento da cistite (inflamação da bexiga) (1).

A arenária costuma usar-se em combinação com a uva-ursina

Preparação e emprego

Uso interno

1-Decocção com 50 g de planta por litro de água. Ferver um minuto e deixar em infusão durante 10 minutos. Tomam-se de 3 a 5 chávenas por dia.

Sinonímia científica: Arenaria rubra L.

Outros nomes: arenária-rubra. Esp.: arenaria, arenaria roia, espergularia [roja]. Fr.: spergulaire [rouge] sabline. Ing.: sand spurry.

Habitat: Lugares siliciosos ou arenosos de toda a Europa.

Descrição: Planta rasteira da família das Cariofiláceas, com folhas muito finas e flores cor-de-rosa ou púrpura.

Partes utilizadas: a planta inteira.

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close