As compressas são peças de pano, em geral feitas de linho, de algodão, ou de baeta, sem tingimento, embebidas em tisanas, especialmente preparadas para tonificar ou aliviar dores e espasmos e ajudar a curar diversos males.


Modo de preparação:

Começa-se por cortar os panos na medida adequada à região do corpo onde vão ser aplicadas as compressas. Em seguida, prepara-se a tisana empregando as espécies aromáticas e medicinais indicadas para cada caso.

As compressas frias são de mais fácil aplicação, pois basta colocar a tisana numa bacia suficientemente larga para se mergulharem e embeberem os panos.

Para os pachos quentes deve utilizar-se de preferência a baeta, por conservar melhor o calor. O recipiente onde os panos são mergulhados tem de manter a tisana a uma temperatura constante, o que se consegue com a ajuda de um pequeno fogão. A região onde for aplicada a compressa deve ser coberta com uma manta de lã para manter melhor o calor e para evitar resfriados.


Aplicação:

As compressas, palavra que traduz a acção de comprimir, devem ser aplicadas com uma pressão suave feita com as pontas dos nossos dedos ou com a base da mão.

Os panos devem ser renovados em cada aplicação porque absorvem as impurezas que vão ser eliminadas pela pele.


Indicações:

As compressas frias são mais indicadas para tratar a celulite, edemas ou para tonificar e suavizar a epiderme. Os pachos quentes são mais eficazes para aliviar dores lombares e espasmos nervosos. Compressas tépidas ajudam a baixar a febre e proporcionam um bem-estar geral.


Fonte: Guia Ecológico das Plantas Aromáticas e Medicinais de Zélia Sakai

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest