Tornassol

Tornassol (Heliotropium europaeum L.) Desinfecta e cicatriza as feridas

As folhas desta planta movimentam-se seguindo o percurso do Sol no céu. Daí o seu nome vulgar. Dioscórides já a recomendava no século I d.C., para eliminar as verrugas. Por isso também se chama verrucária.

Propriedades e Indicações:

Toda a planta contém o alcalóide heliotropina, que lhe outorga propriedades anti-sépticas e cicatrizantes, febrífugas, colagogas (estimula o funcionamento da vesícula biliar), e emenagogas (activa a menstruação) (1).

A sua aplicação mais importante são as lesões da pele: feridas, abcessos, úlceras varicosas, erupções e verrugas, embora leve muitos dias a eliminá-las (2,3).

Preparação e emprego

Uso interno

1-lnfusão ou decocção com 20-40 g de folhas por litro de água, de que se tomam até 3 chávenas diárias.

Uso externo

2-Loções sobre a zona da pele afectada, com a mesma infusão ou decocção de uso interno.

3-Compressas empapadas na infusão ou decocção.

Outros nomes: tornesol, verrucária, erva-das-verrugas. Esp.: verrucaria, heliotropo [europeo], verruguera, hierba de las verrugas, tornasol, pendientitos. Fr.: héliotrope. Ing.: heliotrope.

Habitat: Lugares incultos, campos abandonados e bermas de caminhos de toda a Europa; em alguns jardins, como planta ornamental.

Descrição: Planta, de aroma agradável, da família das Boragináceas, que atinge até 80 cm de altura. Os seus caules e folhas estão cobertas de pelos suaves. As flores são pequenas e agrupam-se em ramalhetes curvados na extremidade.

Partes utilizadas: as folhas.


Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest