framboeseiro

Framboeseiro (Rubus idaeus L.) – Tonifica e refresca

Dioscórides, há quase dois mil anos, já recomendava, na sua Matéria Médica, as framboesas “contra as fraquezas do estômago”. Hoje continuam a ser tão refrescantes e tonificantes como antigamente, e constituem uma fonte de vitaminas.

Propriedades e Indicações:

Os frutos contêm pectina, açúcares, ácidos orgânicos, sais minerais e vitaminas A, B e, sobretudo, C. As flores e as folhas contêm, além disso, taninos.

Os frutos possuem propriedades aperitivas, antiescorbúticas, refrescantes e tonificantes. São muito recomendáveis como refresco no caso de doenças febris. As curas de framboesas tornam-se úteis contra a prisão de ventre, o reumatismo e a insuficiência renal e hepática.  Estimulam o metabolismo, especialmente os processos de desintoxicação e eliminação de resíduos orgânicos (1).

As flores e as folhas são adstringentes, graças ao seu conteúdo em tanino. Usam-se em infusão como antidiarreicas (2) e em bochechos e gargarejos, contra as inflamações das gengivas e da garganta (3).

Preparação e emprego

Uso interno

 1-Os frutos comem-se como sobremesa, frescos se for possível, ou, se não, em compota ou doce.

2- Infusão de folhas e flores: (30-40 g por litro de água). Tomam-se 2 ou 3 chávenas por dia.

Uso externo

3- Bochechos e gargarejos com a mesma infusão que se usa internamente.

Outros nomes: framboesa, amora-framboesa. Esp.: frambueso, sangüeso, chardón, chardonera, mora [de montel, fresal de montafra. Fr.: framboisier. Ing.: [garden] raspberry, [European] red raspberry.

Habitat: Cria-se entre rochas de xisto ou granito, nas regiões montanhosas da Europa. Pouco cultivado em Portugal. Encontra-se naturalizado no continente americano.

Descrição: Arbusto da família das Rosáceas, que mede de 1 a 2 m de altura. Os caules são espinhosos, embora não tão fortes como as da sarça. As folhas são esbranquiçadas pela face inferior. As flores são pequenas, e de um branco esverdeado.

Partes utilizadas: os frutos, as flores e as folhas.

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest