framboeseiro

Framboeseiro (Rubus idaeus L.) – Tonifica e refresca

Dioscórides, há quase dois mil anos, já recomendava, na sua Matéria Médica, as framboesas “contra as fraquezas do estômago”. Hoje continuam a ser tão refrescantes e tonificantes como antigamente, e constituem uma fonte de vitaminas.

Propriedades e Indicações:

Os frutos contêm pectina, açúcares, ácidos orgânicos, sais minerais e vitaminas A, B e, sobretudo, C. As flores e as folhas contêm, além disso, taninos.

Os frutos possuem propriedades aperitivas, antiescorbúticas, refrescantes e tonificantes. São muito recomendáveis como refresco no caso de doenças febris. As curas de framboesas tornam-se úteis contra a prisão de ventre, o reumatismo e a insuficiência renal e hepática.  Estimulam o metabolismo, especialmente os processos de desintoxicação e eliminação de resíduos orgânicos (1).

As flores e as folhas são adstringentes, graças ao seu conteúdo em tanino. Usam-se em infusão como antidiarreicas (2) e em bochechos e gargarejos, contra as inflamações das gengivas e da garganta (3).

Preparação e emprego

Uso interno

 1-Os frutos comem-se como sobremesa, frescos se for possível, ou, se não, em compota ou doce.

2- Infusão de folhas e flores: (30-40 g por litro de água). Tomam-se 2 ou 3 chávenas por dia.

Uso externo

3- Bochechos e gargarejos com a mesma infusão que se usa internamente.

Outros nomes: framboesa, amora-framboesa. Esp.: frambueso, sangüeso, chardón, chardonera, mora [de montel, fresal de montafra. Fr.: framboisier. Ing.: [garden] raspberry, [European] red raspberry.

Habitat: Cria-se entre rochas de xisto ou granito, nas regiões montanhosas da Europa. Pouco cultivado em Portugal. Encontra-se naturalizado no continente americano.

Descrição: Arbusto da família das Rosáceas, que mede de 1 a 2 m de altura. Os caules são espinhosos, embora não tão fortes como as da sarça. As folhas são esbranquiçadas pela face inferior. As flores são pequenas, e de um branco esverdeado.

Partes utilizadas: os frutos, as flores e as folhas.

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close