Estaque (Stachys silvatica L.) – Útil na menopausa

As folhas desta planta são semelhantes às da urtiga-maior (Urtica dioica L.), mas não têm pêlos urticantes. Têm porém um sabor um tanto picante e exalam um  cheiro fétido. A betónica (Stachys officinalis) pertence ao mesmo género botânico do estaque, mas possui propriedades diferentes.

Propriedades e Indicações:

Toda a planta contém um óleo essencial de composição muito complexa, que tem acção antiespasmódica (relaxa os músculos de contracção involuntária), sedativas e emenagogas (regula e normaliza a menstruação). A sua aplicação principal são as regras irregulares ou dolorosas (dismenorreia) e os transtornos da menopausa. Alivia as contracções espasmódicas do músculo uterino e acalma as dores provocadas pelos ditos espasmos (1).

Preparação e Emprego

Uso interno

1-lnfusão com 20-30 g de sumidades floridas num litro de água, de que se tomam 2 ou 3 chávenas por dia, especialmente durante a semana anterior à data em que é esperada a menstruação.

 

Outros nomes: betónica. Esp.: ortiga hedionda, ortiga fétida, estaquis, betónica hedionda. Fr.: stachys, épiaire.

Habitat: Disseminada pelos bosques húmidos de toda a Europa, especialmente na proximidade de faias e carvalhos.

Descrição: Planta vivaz de 0,6-1 m de altura, da família das Labiadas, cujo caule e folhas se encontram revestidas de uma fina penugem. As suas flores são de cor púrpura e apresentam dois lábios como todas as plantas desta família.

Partes utilizadas: as sumidades floridas.

 

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol. 2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

    None Found

Holler Box

Pin It on Pinterest