Figueira-da-índia (Opuntia ficus-indica L.) – As pás do caule são emolientes

Os antigos indígenas mexicanos já usavam as pás da figueira-da-índia, ou nopal, como cataplasmas para curar feridas e contusões. Os colonizadores trouxeram-na para a Espanha, de onde se estendeu rapidamente por toda a costa mediterrânea.

Propriedades e Indicações:

Os frutos são adstringentes, e dão bom resultado para cortar as diarreias estivais (1). O seu sumo usa-se em xarope, no México como calmante da tosse (2).

As flores são diuréticas e antiespasmódicas, e usam-se em caso de oligúria (escassa produção de urina) e de cistite (inflamação da bexiga) (3). As pás contêm abundância de mucilagem e celulose, o que as torna emolientes. Usam-se em cataplasmas para sarar feridas, contusões e irritações da pele (4).

 

Preparação e emprego

Uso interno

1- Os frutos devem-se descascar com precaução para não lhes tocar com os dedos, pois os seus numerosíssimos espinhos cravam-se na pele com muita facilidade e tornam-se muito difíceis de tirar. Podem-se comer frescos ou em xarope.

2-Xarope: Prepara-se cortando os frutos às rodelas e cobrindo-os com açúcar escuro. Umas dez horas depois extrai-se o xarope (o líquido resultante), passando-o por um coador para separar as sementes. Toma-se quente, às colheradas.

3-Infusão de flores: 20-30 g de flores por litro de água. Ingerem-se 3 4 chávenas por dia.

Uso externo

4-Cataplasmas: As pás cortam-se pelo meio, aquecem-se um pouco no forno e aplicam-se directamente sobre a zona da pele afectada.

 

Sinonímia científica: Cactus ficus-indica L. Outros nomes: nopal, nopálea, figueira-da-barbaria. Esp.: nopal, chumbera, higuera de las lndias, [higuera de] tuna, tuna de España, tuna española, tunera, tasajillo alquitia, cardón de México, choya, palera. Fr: figuier d’lnde, figuier de Barbarie. lng.: lndian fig, prickly pear.

Habitat: Originária do México e da América Central, mas amplamente difundida por todo o litoral mediterrâneo. C ria- se nos terrenos secos e pedregosos.

Descrição: Planta suculenta da família das Cactáceas. Tem folhas e caules carnudos, com abundantes líquidos. E formada por uma série de pás ovais e carnudas, eriçadas de espinhos. As flores são grandes, de cor amarela ou vermelha. O fruto é alaranjado ou vermelho e está coberto de espinhos pequenos e muito finos. Partes utilizadas: os frutos (figos-de-piteira), as flores e as pás.

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest