Figueira-da-índia (Opuntia ficus-indica L.) – As pás do caule são emolientes

Os antigos indígenas mexicanos já usavam as pás da figueira-da-índia, ou nopal, como cataplasmas para curar feridas e contusões. Os colonizadores trouxeram-na para a Espanha, de onde se estendeu rapidamente por toda a costa mediterrânea.

Propriedades e Indicações:

Os frutos são adstringentes, e dão bom resultado para cortar as diarreias estivais (1). O seu sumo usa-se em xarope, no México como calmante da tosse (2).

As flores são diuréticas e antiespasmódicas, e usam-se em caso de oligúria (escassa produção de urina) e de cistite (inflamação da bexiga) (3). As pás contêm abundância de mucilagem e celulose, o que as torna emolientes. Usam-se em cataplasmas para sarar feridas, contusões e irritações da pele (4).

 

Preparação e emprego

Uso interno

1- Os frutos devem-se descascar com precaução para não lhes tocar com os dedos, pois os seus numerosíssimos espinhos cravam-se na pele com muita facilidade e tornam-se muito difíceis de tirar. Podem-se comer frescos ou em xarope.

2-Xarope: Prepara-se cortando os frutos às rodelas e cobrindo-os com açúcar escuro. Umas dez horas depois extrai-se o xarope (o líquido resultante), passando-o por um coador para separar as sementes. Toma-se quente, às colheradas.

3-Infusão de flores: 20-30 g de flores por litro de água. Ingerem-se 3 4 chávenas por dia.

Uso externo

4-Cataplasmas: As pás cortam-se pelo meio, aquecem-se um pouco no forno e aplicam-se directamente sobre a zona da pele afectada.

 

Sinonímia científica: Cactus ficus-indica L. Outros nomes: nopal, nopálea, figueira-da-barbaria. Esp.: nopal, chumbera, higuera de las lndias, [higuera de] tuna, tuna de España, tuna española, tunera, tasajillo alquitia, cardón de México, choya, palera. Fr: figuier d’lnde, figuier de Barbarie. lng.: lndian fig, prickly pear.

Habitat: Originária do México e da América Central, mas amplamente difundida por todo o litoral mediterrâneo. C ria- se nos terrenos secos e pedregosos.

Descrição: Planta suculenta da família das Cactáceas. Tem folhas e caules carnudos, com abundantes líquidos. E formada por uma série de pás ovais e carnudas, eriçadas de espinhos. As flores são grandes, de cor amarela ou vermelha. O fruto é alaranjado ou vermelho e está coberto de espinhos pequenos e muito finos. Partes utilizadas: os frutos (figos-de-piteira), as flores e as pás.

Fonte: A Saúde pelas Plantas Medicinais, Vol.2, de Jorge D. Pamplona Roger

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar no nosso site consente a utilização dos mesmos. Saiba mais sobre os cookies aqui

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close