artérias

As artérias são responsáveis pela circulação do sangue oxigenado. O oxigénio é uma substância contida no ar inspirado, que passa para a corrente sanguínea, sendo transportado pelas artérias para os tecidos do corpo.

Metafisicamente, as artérias representam a movimentação dos conteúdos externos no interior do nosso ser. É a maneira como lidamos com aquilo que aprendemos com os outros, as crenças e valores adotados durante a vida.

É indispensável absorver elementos externos; eles servem de referências que norteiam nosso fluxo pela vida. A consciência da realidade favorece a nossa interação com o ambiente. Para que se tenha uma boa convivência, é necessário saber quem são as pessoas que nos rodeiam. Somente assim seremos bem-sucedidos nas relações interpessoais. Para a convivência harmoniosa com o social, é preciso conhecer as normas da sociedade, respeitá-las, sem sufocar nossas necessidades.

A elaboração do que aprendemos no mundo e a adaptação do indivíduo à sociedade não requerem que ele se anule. Ordem e disciplina não significam castração, mas sim, o bom desempenho dos potenciais e a orientação adequada do fluxo do ser pela vida. Já aqueles que reprimem os seus impulsos e negam as suas vontades para se moldar à sociedade e agradar aos outros frustram-se como pessoa.

Metafisicamente, essa atitude interior é causadora dos problemas arteriais. O mesmo ocorre com aqueles que se rebelam contra os valores sociais: não apenas se negam a compactuar com a sociedade, mas também procuram sabotar o meio em que vivem.

Geralmente uma pessoa fica rebelde porque elabora mal os conteúdos externos. A rebeldia representa fraqueza interior mediante o que se aprende ou vivência. Uma pessoa interiormente consistente administra melhor as situações adversas.

Mas, por falta de segurança e má interpretação, a pessoa fica rebelde, passando a agir de forma catastrófica. À medida que rompe com o meio, toma-se difícil ser bem-sucedida na sociedade e realizada interiormente.

Fonte: Metafísica da Saúde vol. 2 Sistemas Circulatório, Urinário e Reprodutor (Adaptado)

Composto e postado por Ângela Barnabé

Pode também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest